Dirigindo um carro com transmissão DSG: 13 dicas de direção DSG OBRIGATÓRIAS

Você está procurando por um carro com transmissão DSG? E você está lendo isso? Bom para você! Realmente.

Liked this post? Share with others!

Meu carro tem uma transmissão DSG

Você está procurando por um carro com transmissão DSG? E você está lendo isso? Bom para você! Realmente. Ao dirigir um carro com transmissão DSG, uma das coisas mais importantes que você pode fazer, além da manutenção regular, é aprender como dirigir uma caixa de câmbio de dupla embreagem ou mudança direta como a DSG. Sim, em sua essência, é apenas uma transmissão automática, mas, na realidade, a maneira como a transmissão de dupla embreagem, como a DSG, funciona é muito mais diferente da transmissão automática hidráulica padrão Tiptronic.

Neste artigo, primeiro abordaremos brevemente por que as transmissões DSG são diferentes, como são construídas e como funcionam. Com base nesse conhecimento, forneceremos várias dicas de condução DSG que não apenas tornarão sua condução mais prazerosa, mas também prolongarão significativamente a expectativa de vida de sua transmissão de dupla embreagem. Fique conosco!

dirigindo um carro com transmissão DSG
  • Tenho uma transmissão automática Direct-Shift/Dual-Clutch (DSG)?
  • Entendendo como funciona uma transmissão DSG
  • Como funciona uma transmissão DSG
  • 13 dicas para dirigir um carro com transmissão DSG
  • Dirigir um carro com transmissão DSG na cidade e no trânsito stop-stop-go
  • Siga o plano de manutenção sem exceções
  • Não mude para (N)eutro quando parar completamente
  • Deixe sua transmissão DSG esquentar
  • Evite o atraso na inicialização da transmissão DSG
  • Nunca use a caixa de câmbio DSG para ficar parado em uma inclinação
  • Não aumente a marcha ao frear
  • Não “ligue” o carro constantemente
  • Use o freio de estacionamento, sempre!
  • Nunca sobrecarregue ou revise seu DSG!
  • Deixe sua transmissão DSG saber o que você deseja
  • Reduzir a marcha de um carro com transmissão DSG: uma marcha de cada vez
  • Dirigindo um carro com transmissão DSG na neve
  • Perguntas frequentes sobre como dirigir um carro com transmissão DSG
  • Você pode dirigir uma transmissão DSG como uma automática?
  • Você pode dirigir um carro com transmissão DSG como uma transmissão manual?
  • Você pode dirigir um carro DSG com licença automática?
  • Como dirigir um DSG no trânsito?
  • Qual é a diferença entre DSG e DCT?
  • Conclusão

Tenho uma transmissão automática Direct-Shift/Dual-Clutch (DSG)?

Antes de nos aprofundarmos, vamos determinar se você está realmente dirigindo um carro com transmissão DSG. Estamos cientes de que o mercado automotivo atual pode ser confuso com tantos tipos diferentes de transmissões automáticas que existem. Alguns fabricantes, ou muito menos vendedores, nem mesmo divulgam que tipo de transmissão seu carro novo ou usado possui, se você não perguntar especificamente. Você sempre pode voltar à concessionária e pedir que lhe digam que tipo de transmissão automática você possui com base no número VIN. Você também pode abrir o manual do proprietário e verificar lá.

As transmissões de mudança direta também são chamadas de transmissões de dupla embreagem e transmissões de dupla embreagem. Eles também vêm com vários nomes comerciais como DSG e DCT… Consulte a tabela abaixo para verificar a marca do seu carro.

  • Marca Nome comercial da caixa de velocidades de mudança direta/dupla embraiagem Explicação
  • Inteligente Twinâmico
  • Suzuki TCSS Sistema de dupla embreagem da Suzuki
  • Audi S Tronic
  • Seat, Volkswagen, Skoda (grupo VAG) DSG Caixa de câmbio de mudança direta
  • Porsche PDF Porsche doppelkuplungs getriebe
  • BMW, Hyundai, Mercedes-Benz, Kia, Honda, Nissan DCT Transmissão de dupla embreagem
  • Dacia, Renault EDC Embreagem dupla eficiente
  • Ford, Volvo Powershift
  • Mini Transmissão automática Steptronic com dupla embreagem
  • Fiat, jipe DDCT Transmissão Dupla Embreagem Seca

Todas as caixas de câmbio listadas acima funcionam com princípios semelhantes, que explicaremos brevemente à medida que continuarmos. Se você tem algum desses artigos, este artigo é definitivamente para você. Todas essas transmissões de mudança direta e dupla embreagem precisam ser conduzidas de maneira um pouco diferente de uma transmissão automática padrão.

Entendendo como funciona uma transmissão DSG

Uma transmissão DSG de dupla embreagem ou mudança direta é uma unidade fechada que contém basicamente duas caixas de câmbio separadas e duas embreagens (daí o nome). Uma das caixas de câmbio é responsável pela mudança de marchas irregulares (1,3,5..), enquanto a outra caixa de câmbio muda as marchas pares (2,4,6…). Essas subcaixas de câmbio, como são chamadas, trabalham em conjunto com uma unidade mecatrônica, pacotes de embreagem e garfos seletores para fornecer ao motorista o melhor padrão de mudança e eficiência possíveis.

Como funciona uma transmissão DSG

Não queremos confundi-lo com um monte de termos e princípios tecnológicos, por isso queremos explicar como funciona uma transmissão de mudança direta ou de dupla embreagem em um exemplo da vida real.

Você acabou de entrar na rodovia e está acelerando alegremente na 3ª marcha. A subcaixa de câmbio responsável pelas marchas irregulares é engatada no eixo de saída enquanto você dirige na 3ª marcha. À medida que você pisa no acelerador ou no acelerador, vários sensores conectados à Unidade de Controle da Transmissão já estão reportando à transmissão informações de que sua intenção é acelerar e mudar para uma marcha mais alta. Essa informação é então transmitida para a subcaixa de câmbio que regula as marchas pares (2,4,6) e já engata a 4ª marcha, mas ainda não está em contato com o eixo de saída. Quando isso acontecer, a unidade mecatrônica garantirá que a embreagem da 3ª marcha abra e a embreagem da 4ª feche e engate no eixo de saída. 

Todo o processo é extremamente rápido e sua caixa de câmbio está sempre monitorando seu próximo movimento para garantir que a marcha correta esteja engatada antes de iniciar a mudança real. É simplesmente incrível. Se você deseja saber mais sobre como funciona um DSG ou qualquer tipo de transmissão de dupla embreagem, confira este guia da PracticalMotoring .

golf 4 R32 com transmissão dsg

O Volkswagen Golf Mark IV R32 foi na verdade o primeiro carro de produção a apresentar uma transmissão DSG.

Golf 7: Câmbio DSG ou Tiptronic? Motor TSI ou MSI? - YouTube

13 dicas para dirigir um carro com transmissão DSG

Agora que você sabe como funciona sua transmissão DSG, é hora de aprender como dirigi-la sem causar danos às complexas peças internas que são incrivelmente caras para consertar.

Dirigir um carro com transmissão DSG na cidade e no trânsito stop-stop-go

As caixas de câmbio DSG de dupla embreagem tendem a sempre buscar o padrão de mudança perfeito para a melhor eficiência de combustível. E nem sempre isso é o melhor, vamos explicar.

Quando você está dirigindo em um trânsito parado e avançando lentamente, sua caixa de câmbio DSG sempre tentará mudar o mais rápido possível da 1ª para a 2ª marcha para economizar combustível. Ao fazer isso em trânsito denso, significa que ele está sempre engatando e desengatando as embreagens. Isso leva a mais desgaste dos conjuntos de embreagem e também pode levar ao superaquecimento.

Recomendamos que você escolha o modo de mudança manual, onde você pode simplesmente escolher sempre mover-se em 1ª marcha se estiver em um trânsito parado e arrancado. Sim, sua economia de combustível será pior, mas você pode economizar muito mais ao dar uma folga à sua caixa de câmbio DSG. 

Siga o plano de manutenção sem exceções

As transmissões DSG são incrivelmente sensíveis ao fluido de transmissão desgastado. Tão sensível que muitos proprietários experientes até encurtam os intervalos de manutenção prescritos pelo fabricante da transmissão. As trocas regulares de fluido de transmissão e filtro são absolutamente o fator mais importante quando se trata de prolongar a vida útil de sua caixa de câmbio automática DSG.

Não mude para (N)eutro quando parar completamente

Se você pensa que está de alguma forma preservando a transmissão DSG ao mudar para ponto morto em um sinal vermelho, você está errado. Mudar constantemente para neutro não faz nada além de enviar sinais mistos constantes para a transmissão e não é bom para sua caixa de câmbio direta. Quando você parar completamente durante a condução (sinais de parada, engarrafamentos, semáforos vermelhos), basta pressionar o pedal do freio com firmeza e manter a transmissão em (D)rive. Pressionar o freio desengata completamente ambas as embreagens dentro da caixa de câmbio DSG e até que você pressione o pedal do acelerador novamente, nada de ruim acontecerá com sua caixa de câmbio.

Deixe sua transmissão DSG esquentar

Todo mundo precisa de um pouco de tempo para se aquecer, para fazer fluir a energia. Até a sua transmissão DSG. Ao começar a dirigir com um carro frio com transmissão DSG, certifique-se de aproveitar os primeiros 20 minutos com calma, especialmente no inverno. Leva algum tempo para que o fluido da transmissão aqueça e lubrifique todas as partes móveis da transmissão DSG. Levar as coisas devagar reduzirá a quantidade de desgaste que pode se acumular ao longo dos anos e causar danos indesejados à caixa de câmbio.

Evite o atraso na inicialização da transmissão DSG

Essa dica já circula nos fóruns da VW há algum tempo, então vamos resumir porque concordamos que faz todo o sentido. Muitos proprietários, inclusive eu uma vez, experimentaram o que é chamado de atraso na inicialização do DSG. A partir do momento em que você solta o freio e pisa no acelerador simultaneamente, você pode sentir que há um certo atraso presente. Embora seja curto, menos de um segundo, você pode sentir. Muitos proprietários prevêem que este “atraso” é basicamente apenas o tempo que leva para a transmissão perceber que os freios foram liberados e que pode engatar a primeira marcha.

A dica aqui é soltar os freios e depois acelerar para dar a partida sem sentir esse atraso na inicialização. Alguns motoristas fazem isso sem perceber, mas muitos não, por isso achamos que vale a pena mencionar.

Nunca use a caixa de câmbio DSG para ficar parado em uma inclinação

Se você parar completamente em uma ligeira inclinação ou colina, poderá manter o carro na posição simplesmente aplicando uma leve pressão no pedal do acelerador/acelerador. Fazer isso constantemente é uma maneira segura de queimar seus pacotes de embreagem e chegar a um mecânico. Usar o pedal do acelerador e a transmissão DSG para se manter imóvel em uma inclinação significa que a embreagem está sempre engatada e escorregando. Isso superaquecerá a transmissão e causará desgaste maciço no conjunto da embreagem.

Em vez disso, o que você deve fazer é lógico: basta pisar firmemente no pedal do freio e esperar que o trânsito se mova. Só então você deve pressionar o pedal do acelerador e rolar.

Não aumente a marcha ao frear

As caixas de câmbio de dupla embreagem coletam constantemente dados sobre seu comportamento. Eles estão analisando se você está acelerando, desacelerando, sua velocidade, etc. Se você tentar mexer nesse processo por meio dos remos de mudança manual no volante, estará enviando todos os tipos de sinais para a caixa de câmbio que podem resultar em danos à transmissão porque o motor e a caixa de câmbio estão funcionando em velocidades diferentes. Portanto, não aumente a marcha intencionalmente ou não durante a frenagem ou vice-versa.

Não “ligue” o carro constantemente

A maioria dos carros esportivos ou mesmo alguns carros “comuns” com transmissão DSG de dupla embreagem vêm com algum tipo de controle de lançamento. Este programa tem como objetivo enviar o carro de 0 a 100km/h de maneira controlada, sem causar muitos danos ao carro. Mesmo com o controle de lançamento, seu carro sofre até certo ponto. Dirigir um carro com transmissão DSG significa que você obtém mudanças de marcha incrivelmente rápidas automaticamente, então não fique triste se seu carro não tiver controle de lançamento.

Ver pessoas com transmissões DSG lançarem seus carros sozinhas é devastador. Não há nada de errado com uma direção dinâmica em curvas fechadas, mas ver as pessoas pisando no pedal do acelerador enquanto pressionam o pedal do freio nada mais é do que causar sérios danos à transmissão. Não faça isso.

Use o freio de estacionamento, sempre!

Mesmo que sua transmissão DSG venha com um mecanismo de travamento que evita que o carro role em declives, isso não significa que o freio de estacionamento perdeu sua função. Estacionar o carro em uma inclinação e confiar apenas no mecanismo de travamento significa que você está constantemente pressionando a caixa de câmbio. Basta usar o freio de mão, ele existe por um motivo.

Nunca sobrecarregue ou revise seu DSG!

Se você planeja dirigir um carro com transmissão DSG e transportar cargas pesadas, escolher uma transmissão DSG pode não ser a melhor ideia, pois ela não é adequada para reboque pesado. Essa também é a razão pela qual você pode ver carros ou picapes destinados ao reboque, equipados com transmissão automática hidráulica com conversores de torque.

Deixe sua transmissão DSG saber o que você deseja

Como mencionamos antes, sua transmissão DSG está sempre analisando seu próximo movimento, então dê a ele as pistas. Se você quiser que ele reduza a marcha e acelere forte, faça isso, pise no acelerador e deixe a transmissão saber que você quer ir mais rápido. Se você quer economia, reduza a marcha e não faça mudanças bruscas no pedal do acelerador. Ser gentil com o acelerador e muito gentil com os freios não é algo que seu DSG gosta de ver; quanto mais óbvio você for em seu próximo movimento, melhor será o desempenho dele.

Reduzir a marcha de um carro com transmissão DSG: uma marcha de cada vez

Mudar duas marchas ao mesmo tempo é algo que você pode fazer em um carro com caixa manual. Passar da 5ª para a 3ª é algo comum se você quiser ultrapassar alguém rapidamente. Fazer o mesmo com uma transmissão DSG não é tão bom. Se você deixasse seu DSG no modo automático, uma pressão rápida e forte no pedal do acelerador faria com que ele reduzisse 1 marcha e, em seguida, reduziria rapidamente mais 1 marcha, se fosse possível. E você deve fazer o mesmo ao mudar manualmente a transmissão DSG. Baixar duas marchas ao mesmo tempo significa que a mesma subcaixa de câmbio precisa preparar uma nova marcha, o que confunde uma caixa de câmbio DSG. Na verdade, isso levará a tempos de resposta e aceleração muito piores do que reduzir uma marcha de cada vez.

Dirigindo um carro com transmissão DSG na neve

Ao dirigir um carro DSG na neve, lembre-se de uma coisa; As caixas de câmbio DSG odeiam escorregar. Quando você dirige em estradas escorregadias e se suas rodas escorregam na neve ou na lama, sua caixa de câmbio DSG tentará constantemente engatar marchas diferentes para evitar escorregões. E o que isso faz é engatar e desengatar constantemente diferentes marchas, mas nenhuma delas “trava” e evita que o carro escorregue, e a embreagem também escorregue. Fazer isso com frequência pode causar danos à transmissão, portanto não é algo que recomendamos.

carro VW moderno com transmissão DSG

A maioria das automáticas Volkswagen modernas são, na verdade, DSGs.

carro VW moderno com transmissão DSG

Perguntas frequentes sobre como dirigir um carro com transmissão DSG

Você pode dirigir uma transmissão DSG como uma automática?

Claro que você pode, um DSG é uma transmissão automática. A parte boa é que você também pode dirigi-lo no modo manual, se desejar. Caso contrário, ele cuidará da mudança de marcha completamente sozinho.

Você pode dirigir um carro com transmissão DSG como uma transmissão manual?

Na maioria dos carros sim, você pode! Esse é um dos principais benefícios das transmissões DSG e de dupla embreagem. Se desejar ditar quando o carro muda de marcha, você pode fazê-lo.

Você pode dirigir um carro DSG com licença automática?

Sim você pode. Uma transmissão DSG é primeiro uma transmissão automática. Não tem pedal de embreagem, mas você ainda pode mudar para o modo manual se desejar. Nunca é a mesma coisa que dirigir um carro manual, então sim, é permitido dirigir um carro DSG com carteira automática.

Como dirigir um DSG no trânsito?

Ao dirigir uma transmissão DSG em trânsito congestionado, é melhor mudar as marchas manualmente. Mudar as marchas manualmente e permanecer na 1ª marcha evita muitas mudanças desnecessárias, o que leva ao desgaste da transmissão.

Qual é a diferença entre DSG e DCT?

Em geral, há pouca ou nenhuma diferença. Ambas são caixas de câmbio de dupla embreagem e mudança direta baseadas na mesma tecnologia. Eles são fabricados por diferentes fabricantes de caixas de câmbio, razão pela qual existem nomes comerciais diferentes, apesar da mesma tecnologia de transmissão.

Conclusão

Para ser honesto, dirigir um carro com transmissão DSG não requer nenhum conhecimento especial. No entanto, dirigi-lo pensando na longevidade significa que você mudará alguns de seus hábitos de direção ao comprar um carro com transmissão DSG. Todas as dicas de direção da caixa de câmbio DSG que mencionamos aqui podem ser aplicadas sem muita reflexão, e a verdade é que muitas pessoas fazem todas essas coisas corretamente. E são essas pessoas que têm pouco ou nenhum problema com suas transmissões DSG. 

Subscribe to our newsletter

Collect visitor’s submissions and store it directly in your Elementor account, or integrate your favorite marketing & CRM tools.

Do you want to boost your business today?

This is your chance to invite visitors to contact you. Tell them you’ll be happy to answer all their questions as soon as possible.